Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

03 outubro 2011

2

Como abordar o assunto "sexo" com seus filhos

Boa tarde pessoas lindas!

Hoje o assunto é pensando nas nossas amigas que já são mães e que com certeza deverão passar por este momento qualquer dia destes (outras sei que já passaram)... Como e quando falar sobre sexo com os filhos? Bjs
 
Como e a partir de que idade se desenvolve a sexualidade na criança?
A sexualidade na criança se desenvolve desde que ela nasce. Na medida em que cresce, vai descobrindo o mundo que a rodeia, começando pelos pais, depois o ambiente, e também seu corpo. Esse processo se dá de maneira natural, e os pais devem encarar a sexualidade com a maior naturalidade e ir respondendo da mesma forma às perguntas das crianças ao longo desse desenvolvimento.
Em que idade é aconselhável falar de sexo com crianças e orientá-las sobre suas dúvidas?
Não existe uma idade certa para falar de sexo com crianças. O importante é ir respondendo às perguntas das crianças à medida em que vão acontecendo e nada além do que elas estão perguntando. Quando a resposta é direta, simples e de acordo com a idade da criança, sua curiosidade é satisfeita. Ela se contenta e não pergunta mais, até a próxima dúvida.
E o que se deve falar e como falar?
Deve-se falar a verdade, com um vocabulário simples, de acordo com a idade da criança, observando a reação dela e percebendo se está entendendo e se está satisfeita com a resposta. O problema é que esse tema ainda é tabu para muitos adultos e na hora em que seus filhos perguntam sobre sexo, há perturbação e confusão na cabeça dos pais, que querem complicar as coisas e não sabem o que dizer e como dizer. A criança é simples, não sabe de nada e precisa da informação dos adultos para conhecer o mundo e o corpo delas.
Qual a melhor forma de explicar como os bebês são concebidos e nascem, por exemplo?
Pode se falar de uma sementinha que é colocada pelo papai dentro da mamãe e que durante bastante tempo essa sementinha é alimentada pela mamãe e vai crescendo dentro dela até o momento em que está pronta para sair. O crescimento de uma planta pode ser visualizado pela criança, mas o de um bebê não. Então, ela verá que a barriga da mamãe cresce e dá para sentir o bebê se mexendo lá dentro até que esteja suficientemente grande para sair. Então, o corpo da mamãe se abre por baixo, entre as pernas, e o bebê nasce. Dependendo da idade, não interessa como essa sementinha é colocada dentro da mãe. Quando maiores, o melhor é dizer que é colocada pelo papai com muito amor, beijos e abraços. É falar sem muita complicação, sem mentir ou inventar histórias difíceis de acreditar.
Alguns pais ainda se sentem temerosos e constrangidos para falar de sexo com seus filhos. O que esses pais precisam aprender?
Precisam lidar com esses sentimentos confusos que são conseqüên­cia de má informação ou conflitos adquiridos durante suas vidas. Sexo tem sido um tabu que precisa ser desmistificado e encarado de maneira natural, sadia e sem constrangimento. Esses pais têm em suas mãos a possibilidade de mudar a história de seus filhos e dar a eles uma informação adequada, que evitará muitos problemas no futuro.
Como proceder no caso de crianças que fazem algumas brincadeiras que estimulam sua sexualidade com outras crianças, como brincar de médico ou de mamãe e papai?
Essas brincadeiras fazem parte do desenvolvimento das crianças. Muitas delas são aprendidas com outras crianças, mas não se deve fazer tempestade num copo d´água. É preciso ficar atento, observar o nível das brincadeiras, orientá-los sobre o que está acontecendo e, o que é melhor, oferecer outras brincadeiras que possam substituir aquelas e que devem ser tanto ou mais atraentes para desviar a atenção das mesmas. Tudo sem perder o controle, com muita naturalidade e calma para não atiçar a curiosidade sobre o assunto.
O que fazer quando os pais percebem a criança manipulando seus órgãos genitais ou se masturbando?
A manipulação dos órgãos genitais faz parte do processo de conhecimento de seu corpo, é uma atitude natural em certos momentos do crescimento da criança. Além de estar se descobrindo, a criança sente prazer. A melhor atitude é entretê-la com outra atividade para desviar sua atenção. Com respeito à masturbação, a atitude é a mesma. Geralmente, isso acontece em momentos de ócio, na frente da TV, sem nada mais a fazer. Gaste tempo para brincar com seu filho, propondo atividades agradáveis que o farão esquecer desse momento. Mais uma vez, sem perder o controle, sem ficar bravo, ameaçar ou bater.
Deve-se falar o nome correto dos órgãos genitais, como pênis e vagina? Ou seria melhor ensinar os apelidos comuns em relação à genitália?
Creio que os apelidos dados aos órgãos genitais são uma maneira carinhosa de se referir aos mesmos, principalmente quando as crianças são pequenas, e é mais fácil de dizer. Mas na medida em que vão crescendo, é importante que saibam o nome correto dos genitais, já que fazem parte do corpo deles e possuem nomes como os braços e as mãos.
Qual a melhor forma de ensinar a criança a se defender do abuso sexual?
Levando a criança a valorizar seu próprio corpo e a importância de preservar a intimidade do mesmo. Enquanto ela vai crescendo, precisa aprender a não deixar que outra pessoa toque seu corpo nas partes íntimas. Os pais devem desenvolver um diálogo franco com seus filhos para poder ter acesso aos acontecimentos na escola ou em qualquer outro lugar fora de casa. Esse relacionamento aberto se desenvolve ao longo dos anos, desde a infância, em momentos de diálogo, tempo gasto em companheirismo e qualidade que acaba gerando confiança, para que a criança possa se abrir e buscar conselho e orientação nos pais.
Atualmente, a criança é bombardeada pelo sexo em todos os momentos, por meio de músicas, imagens televisivas, fotos em revistas, outdoors, ou apenas pelo visual da moda, cada vez mais apelativo. 
Como lidar com isso e fornecer uma melhor formação moral e sexual à criança?
O apelo sexual está por todos os lados. É difícil evitar que isso aconteça. O importante é dar aos filhos uma educação baseada em princípiosmorais com referenciais verdadeiros e eternos. Assim, eles poderão enfrentar todo esse bombardeio da melhor maneira possível. Mais uma vez o diálogo.
O que não se deve nem se pode fazer com uma criança com relação à sua sexualidade?
Não se deve enganar as crianças com mentiras ou historinhas difíceis de acreditar. Não se deve mascarar a verdade. Não se deve agredir as crianças nem verbal nem fisicamente. Não se deve rejeitar o diálogo quando elas estão buscando uma aproximação. Não se deve ignorar a verdadeira necessidade da criança. Não se deve negligenciar o desenvolvimento sexual da criança.

Fonte: Revista Enfoque com a Cris Poli, a Supernanny do SBT.



2 comentários:

  1. legal, gostei desse tema. as vezes é tão complicado de dizer para os filhos, como eles mesmos vêem ao mundo.

    http://guilg7.blogspot.com/

    vlw...

    ResponderExcluir
  2. Muito bom seu blog, os temas interessantes, estou seguindo !!! me visite tb, até mais bjks
    http://palavras-que-saram.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Este Blog é feito especialmente para você!!
Participe, deixe sua opinião! Deixe o link da sua página, visitarei você em breve!

Ahh... responderei todos os recadinhos/comentários aqui no blog, ok!
Bjinhos

Que assuntos tratamos por aqui!

Acessórios (9) Acessórios. (2) Amigos (2) Amigos. (5) Amizades (12) Amor (3) Aniversário (2) arte (3) Artesanato (3) As diferenças entre os sexos (1) Atualidades (1) auto estima (8) Autoconfiança (4) Batom (1) Batom by Brechó (2) bazar (1) Beijo (1) Belcorp (1) Beleza (19) Beleza. (2) Bem estar (20) Bichinhos (1) bijouterias (2) bijus (1) Biquini (1) Blog (8) Blogosfera (27) Blogueiras (11) Blogueiras. (2) Boas Vindas (1) Boca (1) Bolsa (4) Bolsas (10) Brechó (4) Brincos (1) Brinde (3) Cabelos (8) Cabelos. (1) Caixinhas de MDF (1) Calça jeans (1) Calor (1) Carinho (1) Carreira (2) Casa (2) chinelos (1) Cidade (1) Comportamento (13) Concurso (6) Corpo (4) Cosméticos (20) Cosméticos. (5) Cotidiano (12) creme (1) Criatividade (1) Cuidados (5) Cuidados com a pele (4) Decoração (2) Desafio (2) Dicas (36) Dinheiro (2) Educação (2) Entrevista (1) Escolhas (1) esmalte (5) estilo de vida (18) estilo de vida. (2) facebook (1) Filhos (4) Fim de Ano (3) Fragrâncias (3) Gestação (2) Hidratação (2) Homens (1) imagem (1) imagem. (1) Inteligência (1) Kert Cosméticos. (3) Lazer (1) le beauté marché (1) Liderança (1) Loja (7) Lojinha (4) Lucros (1) Maquiagem (10) Mente (1) Mimos (6) Mioma (1) Moda (30) Moda. (1) Modernidade (1) Motivação (1) Mulher (48) Natal (4) Parcerias (13) Parcerias. (4) Perfumes (8) Pierre Alexander (1) postura pessoal (1) Presente (8) Presente. (4) Produtos (6) Profissão (2) Protetor Solar (1) Qualidade de vida (4) rasteirinhas moda (1) Relacionamento (1) Relógios (2) Resenha (3) Resultado sorteio (14) Resultado sorteio. (4) Roupas (7) São Paulo (1) Sapatos (4) Saúde (17) Seguidoras (4) Selinhos (9) semi joias (2) Sexualidade (1) Shampoo (4) Sol (1) Sorteio (28) TAG (2) Tatuagens (1) Thipos (8) Trabalho (4) Trocas (2) troquinha (1) unha (1) Venda (6) vendas (2) Verão (5) vitamina D (1) Vitrine (1)